Reserve já em sua agenda de 12 a 14 de Novembro!

Neste ano o evento acontece em São Paulo no Hotel Caesar Business Faria Lima.

Tradicionalmente o Congresso da SBMN integra todos os públicos envolvidos com a MEDICINA NUCLEAR desde o início da cadeia produtiva de radiofármacos, aos médicos nucleares e de outras especialidades, residentes, biomédicos, tecnólogos, biólogos, físicos, químicos, farmacêuticos e especialistas que tenham interesse na aplicabilidade de radioisótopos na medicina.

Confiamos que haverá a presença de todas especialidades profissionais que atuam em MEDICINA NUCLEAR dos diversos Estados brasileiros para incrementar as discussões. Além da oncologia, o foco também será a cardiologia e a neurologia.


 

Palavra do Presidente da SBMN

  Um Convite à Era do Conhecimento: O Congresso Brasileiro de Medicina Nuclear é o momento mais importante para a Medicina Nuclear brasileira. Um encontro anual de médicos, biólogos, biomédicos, físicos, farmacêuticos, enfermeiros, tecnólogos e outros profissionais que se dedicam à medicina nuclear, é um importante fórum de atualização, aprendizado e desenvolvimento.

 
O congresso contará com palestras, simpósios e apresentação de pôsteres e temas livres. Este ano a temática do congresso será “A Medicina Nuclear em Rede”. Vivemos a Era do Conhecimento em que as tecnologias móveis, a ubiquidade das informações, a troca e compartilhamento de dados se faz de maneira rápida e acessível. Estas características transformaram definitivamente a medicina e seus pacientes. Dentro deste conceito amplo de interconexões a Medicina Nuclear vê transformado o seu papel e seu espectro de atuação. O médico nuclear passa a ter um papel cada vez maior na tomada de decisão diagnóstica e terapêutica, sendo ele mesmo responsável pela condução de novos tratamentos com radiofármacos que aumentam a sobrevida dos pacientes. A Imagem Molecular, a Multimodalidade, a Teragnose, a Medicina Personalizada são exemplos das rápidas transformações que a Medicina Nuclear está passando e das novas inter-relações desenvolvidas com as outras especialidades. A trigésima edição do Congresso Brasileiro de Medicina Nuclear terá como foco a discussão das oportunidades e desafios associados a essas mudanças e a reflexão sobre o futuro da nossa especialidade no Brasil tendo a oportunidade de encontro com especialistas do Brasil e do exterior e contando com a presença dos pacientes no Dia especial do Paciente.
 
Venha participar!

Assinatura

 

 

 

Dr. Claudio Tinoco Mesquita
Presidente SBMN

Carta da Presidente do XXX Congresso

Este ano o XXX Congresso Brasileiro de Medicina Nuclear retorna para a cidade de São Paulo com o tema "A Medicina Nuclear em Rede". Vivemos em uma nova era digital em que as informações e imagens são compartilhadas de forma muito rápida.

 

 
Em poucos segundos discutimos casos, enviamos e recebemos imagens, nos aproximamos de colegas das diversas especialidades de outras cidades, estados e países. Graças ao avanço tecnológico, a distância não é mais uma barreira e o conhecimento é facilmente encontrado e compartilhado. Dentro deste novo contexto a Medicina Nuclear incorpora a Multimodalidade de Imagens e o Teranóstico. Fusionamos as imagens cintilográficas com outros métodos de imagens anatômicos e com isso podemos analisar de forma mais objetiva a localização e extensão das lesões, bem como avaliar a resposta terapêutica. Além disso traçadores já disponíveis podem ser marcados com diferentes radioisótopos permitindo a realização de diagnósticos e tratamentos. O foco do congresso deste ano quer estudar, avaliar e responder grande parte das inquietações da comunidade médica e técnica que trabalha com Medicina Nuclear.

Confiamos que haverá a presença de todas especialidades profissionais que atuam em Medicina Nuclear dos diversos Estados brasileiros para incrementar as discussões. Além da oncologia, o foco também será a cardiologia e a neurologia.
Como acontece todos os anos e deu sempre muito certo, teremos apresentação de aulas abordando tanto a área técnica quanto a científica, além de simpósios e apresentação de temas livres e pôsteres.  
Devido aos desafios enfrentados pela Medicina Nuclear na sua expansão, colocaremos em pauta discussões sobre as dificuldades da atuação dos profissionais, aumento do custo dos insumos e materiais radioativos (e consequente custo dos exames), além da dificuldade de implantação de novas tecnologias diagnósticas e terapêuticas, o que retarda o desenvolvimento da Medicina Nuclear no país.
Seguindo os passos do último congresso, teremos o II Fórum dos Pacientes com a presença de associações representantes dos pacientes oncológicos  para debates de questões do interesse geral. Além disso, contamos com a presença de pacientes que já se beneficiaram de algum exame ou tratamento para trocar informações sobre o atendimento dentro dos serviços de Medicina Nuclear.
Somente a participação de todos os profissionais da área garante o sucesso do evento. Portanto, convoco a presença de todos para  o Congresso mais importante da nossa especialidade.

 


 Dra. Letícia Rigo
Presidente do XXX Congresso Brasileiro de Medicina Nuclear

Promoção:

Organização:

Apoio:

Comunicação:

HotSite

Site por DWMP Design